Sábado, 20 de Março de 2010

(40) Devaneios de Vida

Devaneios de Vida

 

Em ti mergulho

e por minha alma perdoo

o imenso da calma,

da dor e paixão.

Percorro linhas

desnudadas de voos

E ausculto essências

de prosas e sonetos.

Em ti escrevo palavras

de hoje e ontem,

por inconstantes fados

e marés vazias.

Em mim penetras

maresias de vida,

solidões de amor

nesta eterna despedida.


--

Autora: Sopros de Mar

 

publicado por poesiaemrede às 00:46
link | comentar | favorito

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (60) A Vida é a Escola...

. (59) Inércia

. (58) Vida

. (57) Poemas à vida

. (56) Vida e morte

. (55) A Vida...

. (54) Atestado do Óbvio

. (53) Saudação à Vida

. (52) Dias

. (51) Lástima Gratificante

. (50) A VIDA

. (49) Tinta

. (48) No meu mundo

. (47) Vida Sentida

. (46) A Vida

. (45) Alma e Ser

. (44) A VIDA... ENTRE O QU...

. (43) A raiva percorre-me ...

. (42) Bandolins à vida!

. (41) Um grito ao ser huma...

. (40) Devaneios de Vida

. (39) As Vidas

. (38) Porque cantam os pás...

. (37) Vida

. (36) Vida Nova

. (35) Saudade...

. (34) A Vida...

. (33) O meu olhar descansa

. (32) Os dias a passar

. (31) Nas Minhas Veias...

. (30) A prisão que é a vid...

. (29) Tu

. (28) A vida é um sopro

. (27) Vida

. (26) Desilusão

. (25) Reflexos da vida

. (24) A vida que já não ex...

. (23) Carnaval é uma Quime...

. (22) O Dedilhar do Enigma

. (21) Os Velhos da Minha T...

. (20) Saudade

. (19) Vida? O que é a vida...

. (18) Sátira à Vida!

. (17) Vícios de Realizador

. (16) Coro de Escravos

. (15) Nasci para amar"

. (14) Padeço de Vida

. (13) Canção da Vida

. (12) Viver... apesar de t...

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub